HISTÓRICO

MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO/SÉTIMA REGIÃO-PASSO FUNDO

É relevante afirmar que a história da Sétima Região Tradicionalista é um dos esteios do movimento no Rio Grande do Sul. Localizada ao norte do estado, foi criada diretamente quando da formação das subdivisões regionais pelo MTG quando ainda chamavam-se Zonas Tradicionalistas. Esta recebeu a designação de Sétima Zona sendo que na época a cidade sede era designada pela residência de seu Coordenador o que a faz entidade estruturante do Movimento não tendo sido desmembrada de nenhuma outra região. Em meados dos anos 80 já com sua sede instalada na cidade de Passo Fundo, e recebeu apoio do município para suas instalações, organizada em prédios históricos da cidade até a construção da sede atual inaugurada em primeira fase no ano de 1994, na Coordenação do Senhor Carlos Medeiros de Mello, também possui uma sede de aproximadamente 200m² no Parque Turístico da Roselândia, no ano de 2001 tornou-se administrativamente independente com personalidade jurídica e com lema: “De mãos dadas, em defesa de cultura gaúcha”.

Segundo pesquisa da 1ª Prenda do Rio Grande do Sul 2010/2011, Adriane Rebechi Rodrigues, valorosos tradicionalistas assumiram a responsabilidade pela coordenação da Sétima Região no decorrer de décadas podendo citar os nomes de: Tenebro dos Santos Moura, Ramenti de Cesaro, Nelson Petry, Ramiro Carvalho (1975 a 1977), Neri Garcia Vieira (1977 a 1981), Arani de Oliveira Paiva (1982), Carlos Medeiros de Mello (1983), Plinio da Silveira Pires (1984 a 1988), Antônio Manoel Lamaison (1988 a 1989), Carlos Pinheiro de Almeida (1990 a 1991), Aires Rampazzo (1992), Carlos Medeiros de Mello (1993 a 1994), Jones Ribeiro Marques (janeiro 1995 a agosto 1995), Paulo Dutra (agosto 1995 a dezembro 1995), Gilda Galeazzi (1996 a 2004), Carlos Pinheiro de Almeida (2005 a 2006), Sebastião de Oliveira Cavalheiro (2007 a 2010), e novamente Gilda Galeazzi (2011 a 2015). Destacamos para o fato de que os últimos anos a Região contar com a dedicação das prendas voltada para o conhecimento e valorização da causa tradicionalista.

A Sétima Região Tradicionalista tem encontrado em seus registros o histórico de duas bandeiras durante sua trajetória: A primeira perdurou até os anos noventa e trazia escritas em verde no fundo branco a sigla do MTG e sua descrição literal mais a definição da 7ª Região e a abreviatura do RS. A segunda bandeira aprovada a partir de dezembro de 1990 e atual logotipia da região é formada por um tecido retangular branco tendo o mapa do Rio Grande do Sul ao centro:

“Do sul partem três fachos de luz nas cores Verde, Vermelho e Amarelo...com um ponto de partida marcando a cidade de Piratini, primeira capital da República Riograndense... Esses Fachos de luz iluminam nossa região com espírito de coragem, bravura, destemor, honra e o sentimento de amor pelo pago... Os fachos atravessam limites territoriais mostrando que esse sentimento de amor do povo gaúcho é levado por todo o mundo. Em seu interior aparece uma armada de laço que dá ideia da abrangência da região, representando a união de seus municípios. Abaixo encontramos duas mãos direitas partindo de leste e oeste oferecendo um chimarrão, simbolizando a hospitalidade do nosso povo e a cordialidade com os visitantes... As duas bombas se encontram no centro onde está delimitado o laço com a 7ª Região Tradicionalista. O fundo da bandeira na cor branca representa paz... O escrito na cor preta representa firmeza com que defende a tradição gaúcha...”

Adriane R. Rodrigues.

Em sua intensa participação e representação nos eventos mais importantes do estado tem orgulhosamente acumulado títulos no ENART, FECARS, FEGART, sendo detentora de duas Cuias de Ouro e uma Marca Grande. Pode-se dizer que a atividade cultural vem se destacando com as últimas conquistas estaduais estampada nas prendas e peões do Estado em Cirandas e Entreveros. Atualmente representada a Região pela 1ª Prenda do Rio Grande do Sul 2015/2016 senhorita Marina Giolo e o título inédito de 1ª Prenda Mirim do Rio Grande do Sul senhorita Gabriely Portela Ramos da cidade de Marau. Muitas outras participações fazem da 7ª Região o braço forte do norte do estado na tradição, sendo que em muito colabora-se através de seus delegados nas convenções estaduais representadas por um dos maiores grupos com direito de voto.

INFORMAÇÕES

[email protected]

Rua Dr. César Santos, 295 - Bairro Petrópolis - Passo Fundo - RS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REDES SOCIAIS

SITE ANTIGO

 Acesse aqui

Copyright © 2015 Sétima Região Tradicionalista | Desenvolvido por Start